OS MENINOS (1976). Dir.: Narciso Ibáñez Serrador.

 

NOTA: 10

 

Quien-puede-matar-a-un-niño-poster 3.jpg
Os Meninos

 

Os Meninos (1976) é um filme brutal. Uma pequena obra do terror espanhol que me assustou já na primeira vez que eu assisti.

E sem dúvida, o terror está nisso mesmo, a simplicidade da trama. Segundo filme de terror dirigido por Serrador – o primeiro foi Internato Derradeiro (1969) – este talvez seu filme mais lembrado do gênero.

A historia acompanha um casal inglês em férias na Espanha, que decide ir até uma ilha distante para fazer turismo. Ao chegar lá, eles não encontram nenhum adulto, apenas crianças; a principio, não acham estranho, mas, acabam descobrindo algo horrível e assustador.

Desde o começo, o filme mostra que não aconselhável para pessoas sensíveis: durante dez minutos, Serrador enche a tela com imagens de documentários mostrando varias atrocidades cometidas na História, com destaque para o sofrimento e morte das crianças. Eu costumo dizer que essa abertura é um teste para ver se é possível assistir ao filme. Confesso que no inicio, tive vontade de avançar para o filme em si, mas acabei assistindo até o fim. Porém, eu logo descobri que avançar até o começo da historia não adiantaria em nada, uma vez que o que surge em seguida é tão chocante quanto a abertura. Sério. E o melhor, o filme é construído do jeito que eu mais gosto, o chamado slowburn, onde durante boa parte da projeção, nada acontece, e, finalmente, quando acontece, é a todo vapor. E o filme é um soco no estomago atrás do outro.

Para quem acha chocante ver crianças malvadas em filmes de terror, vai ter um verdadeiro choque. Eu me refiro a crianças munidas de facas, foices, armas de fogo, brincando de piñata humana… Um show de horrores. Mas, curiosamente, um show de horrores muito bem feito.

Não conheço os outros filmes de Serrador – apenas o também excelente Internato Derradeiro – então não sei se ele faz uso das técnicas aqui utilizadas nos seus outros trabalhos. O fato é que Os Meninos é muito bem feito, maravilhosamente dirigido e fotografado, além de contar com uma trilha sonora arrepiante. Porém, o que mais o difere de outros filmes de terror é o fato de a historia se passar principalmente durante o dia, com um sol escaldante! Durante todo o tempo de projeção, é possível sentir o calor dos personagens, como se estivéssemos com eles naquela ilha deserta. E mesmo durante a única sequencia noturna, essa sensação não passa. É impressionante, e, sinceramente, muito difícil de fazer hoje em dia. E também falando na trilha sonora, ela também contribui para assustar, principalmente o tema principal. Na verdade, não se ouve trilha sonora durante boa parte do filme, apenas nos momentos de tensão.

Tensão é uma palavra que também serve para definir Os Meninos. Como já mencionado acima, durante boa parte do tempo, nada acontece, mas quando finalmente ocorre alguma coisa, quem assiste fica na ponta da cadeira, ou tenta cobrir o rosto com o cobertor como foi o meu caso. Eu assisti ao filme pela primeira vez numa madrugada – talvez de sexta para sábado, ou sábado para domingo – e logo no inicio, foi a experiência mais assustadora da minha vida em muito tempo, pelos motivos já descritos. O filme foi lançado por aqui em DVD pela Versátil, na coleção Obras-Primas do Terror 3, e está presente no segundo disco da coleção, juntamente com O Parque Macabro (1962)*, outro pequeno filme de terror que me assustou de verdade.

Enfim, assistir a Os Meninos foi uma das experiências mais assustadoras da minha vida, mas também foi uma das melhores. Um dos melhores filmes de terror que já assisti. Brutal e brilhante. Não recomendado para pessoas sensíveis. Maravilhoso. Assustador. Chocante.

 

065606764292a47e2e15fb3ab71e084b.jpg
Os Meninos (1976)

 

 

* Resenha sobre O Parque Macabro em breve.

 

 

 

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s